Calculo de velocidades e declives a partir da app MapIt

classic Classic list List threaded Threaded
1 message Options
Reply | Threaded
Open this post in threaded view
|

Calculo de velocidades e declives a partir da app MapIt

Joaquim Bastos

Caro Joaquim Bastos

Relativamente à sua questão – como calcular o declive do levantamento de rede viária a partir de um modelo digital do terreno (altimetria) – deixe-me tecer algumas considerações:

1.     Pode usar a shape de linhas obtida a partir do script MapIt_v1, mas ajuste as opções de tempo e de distanciamento na colheita de pontos na app MapIt GIS, para 1 ou 2 segundos e para uma distância igual a, pelo menos, 3 vezes o tamanho do pixel do raster, para evitar erros grosseiros nos valores de declive, que surjem quando o comprimento dos segmentos se aproxima da largura do pixel;

2.     Para inserir a informação altimétrica constante do MDT na shape de linhas obtida a partir do script MapIt_v1, criando uma nova shape de linhas do tipo 3D, utilize o v.drape do GRASS GIS, disponível na caixa de ferramentas do QGis (tenha em atenção que a shape de linhas e o MDT têm de estar no mesmo sistema de coordenadas planas);

3.     Na shape produzida pelo v.drape crie 3 novos campos numéricos decimais, que pode denominar “z_start”, “z_end” e “declives”, onde serão calculados, respectivamente, os valores da altitude no início e no fim de cada segmento, e o declive (médio) desse segmento (note que o declive é dado em %);

4.     No field calculator utilize as seguintes fórmulas para cada um destes campos:

Campo “z_start”: z(start_point($geometry))

Campo “z_end”: z(end_point($geometry))

Campo “declive”: abs(z(start_point($geometry))-z(end_point($geometry)))/$length*100

5.      Relativamente ao levantamento de redes viárias, tenha em atenção que este processo de cálculo de declives, NÃO DEVE SER UTILIZADO para a rede viária nacional (auto-estradas, EN, EM, ER, IP, IC), uma vez que os aterros, escavações, pontes e túneis existentes nestes tipos de vias, alteram substancialmente o declive do piso da via relativamente ao declive do terreno natural subjacente a estas obras; UTILIZE ESTE MÉTODO APENAS nas redes viárias florestais de segunda e terceira ordem, onde raríssimamente se fazem aterros ou escavações para suavizar declives!

6.     Para este efeito (de cálculo de declives) pode melhorar o seu MDT, reduzindo o tamanho do pixel (para 10 metros, por ex.) e utilizando valores decimais para a altitude; a principal ferramenta para este efeito é o “Multilevel b-spline interpolation (from raster)” do SAGA, disponível na caixa de ferramentas do QGis; repare que a precisão não sofre alterações relativamente ao MDT original, apenas melhora (suaviza) a variação dos valores da altitude com a distância, o que permite reduzir o distanciamento entre pontos recolhidos pelo GPS (neste caso, com um pixel de 10m, pode utilizar um distanciamento de pontos GPS de 30 m).

Saudações, JB


_______________________________________________
QGIS-pt mailing list
[hidden email]
https://lists.osgeo.org/mailman/listinfo/qgis-pt